domingo, 19 de dezembro de 2010

Convívio do Calha...Hitchcock passa na Trofa para um conto de Natal....


Foi num destes dias, que a malta do Calha realizou o convívio de Natal 2010 transformando um noite fria e gélida num momento Natalício de alegria, paz, amizade, terror, pânico e finalmente uma sensação de plenitude que nos levará até 2011 com um espírito de solidariedade pelos outros, principalmente pelos que sofrem e sentem uma sensação de incapacidade de mudar e alterar a conjuntura das coisas fugindo-lhes o chão por debaixo dos pés... Já vão perceber mais à frente o porquê desta introdução, e de que forma conseguimos levar paz a espíritos mais inquietos, dando-lhes a autoconfiança de que tanto precisam...
A noite começou como manda a tradição com um repasto Natalício bem regado e abastado num restaurante nortenho com a qualidade desejável, tendo este já conquistado duas estrelas do Guia Michelin, um cometa do Mapa Goodyear e recebido no último ano o tão almejado Asteróide Yokohama referente às doçaria da época..... casa de seu nome Jardim, teve a veleidade de confeccionar um repasto à medida dos convivas:

Entrada:
Pão d'Alho à italiana com massa cerâmica
Peixe:
Polvo no forno à Slot.it com batatinhas a murro à Pistador
Carne:
Costeletão de Vitela P4 grelhado em pedra Carrera
Sobremesas:
Rabanadas com pinhões de 12
Tiramisu da "frente que quero passar"
Café e digestivo........

Terminado este "sacrifício" seguimos rumo à meca do Slot cá no Norte tendo já sido enviado um pré-aviso durante a tarde para o Clube da Trofa de que quando encerrassem o Clube e já estivessem a ir para casa teriam uma surpresa de Natal... 
Passava já da meia-noite e com temperaturas situadas nos zero graus (o que é bom pois nem está frio, nem está quente...) surge á porta de um club nocturno cujo o nome quererá dizer sempre muita coisa...ETC...uma mala negra, indicadora de mau presságio, tendo o porteiro do referido estabelecimento pensado que iria ser alvo de um ataque bombista, ou terrorista quando afinal era uma mala com carros de pista...(rimou...UIII!!!! que até doeu, o melhor está para vir...)

.....reparem no mau aspecto da mala do Sousa em cima da caixa da EDP do estabelecimento...

O porteiro intimidado com a situação foge da porta e repente... começa a surgir fumo.....
(era o fotógrafo a fumar...)

Dentro do estabelecimento gerava-se a inquietação, não sabiam que objecto estranho era aquele e quais as consequências que dali poderiam advir... Falava-se já num segundo caso "Mea Culpa" (lembram-se em Amarante....), "Será que isto vai arder???", ou "Onde é a porta de emergência???" ou alguém já dizia "Eu sempre disse que este bar devia ter uma porta de ligação ao Clube..."

À entrada do bar, um cliente de seu nome José Portela, deita as mãos à cabeça e diz..."UIIIII!!!!! Vai ser o fim do mundo..."

José Portela com taquicardia dada a situação....

Entretanto no exterior do bar três indivíduos suspeitos e de aspecto duvidoso aproximam-se do edifício mas fora de um perímetro de segurança em caso de explosão o que alertou ainda mais os clientes do bar estando já a gerência a ponderar chamar a Brigada de Minas e Armadilhas da Polícia Judiciária e ficando o interior do bar num ambiente insustentável.... Numa manobra de diversão, alguém compra as flores todas a um indiano que estava no bar e dá indicações para as distribuir a todas as meninas, donzelas, senhoras e MILF's que estavam presentes.... As suspeitas aumentaram pois, de mala à porta, com três transeuntes mal encarados no exterior, um indivído de traço indiano ou paquistanês a distribuir flores pelos presentes e com o porteiro/segurança desaparecido....o pensamento generalizou-se...."vai acontecer qualquer coisa..."

Três suspeitos concentrados à porta do estabelecimento...

Até que o Sousa entrou, anunciou-nos e disse e voz alta: "SOMOS NÓS!!!!!" e vejam a cara de alegria e de alívio com que todos ficaram.... "Estava a ver que não chegavamos ao Natal!!!" disse o Ruben, "Eu já só pensava que íamos morrer todos....." acrescentou o Adolfo, com ar de satisfação e de quem lhe tinham tirado um peso enorme de cima da cabeça.....

O alívio pós-stress de uma situação imprevista...

A situação normalizou-se, apareceu o Pedro todo sorridente a dizer "Já posso ir namorar...", Sousa pega na mala e Ruben informa a Joana (assessora da gerência) de que "Está tudo bem, não há problema, é só a mala do Sousa...., já resolvi o problema..." e pensava para os seus botões "Amanhã vou contar à Senhora Doutora Presidente que se não fosse eu tinha rebentado uma bomba na Trofa...."

Ruben tranquilizando os presentes e informando a gerência...
(recomendamos as amarguinhas com sumo de limão feitas pela Joana)

Bom, feita a introdução e as apresentações que poderiamos fazer quase à 1.30 h da manhã, na Trofa, com zero graus, depois de um susto destes???? Claro, gatilhar e vai daí segue tudo para o clube para se iniciar um período de provas que poriam frente a frente o melhores pilotos de slot do país com os melhores convivas de slot do país. Invadimos o Club Slot Car da Trofa e demos início às competições.
Começamos com um pequeno aquecimento para reconhecimento do traçado com o pessoal do clube admirado com os tempos "canhão" que estavamos a realizar....

Repare-se no à-vontade dos pilotos apesar do pouco conhecimento do traçado...

Dados os andamentos verificados, e posto o desafio de se disputarem duas corridas entre as equipas, lá foi lançado o primeiro piloto da Trofa numa tentativa de acompanhar Alfredo Carvalho...resultado, o Pedro só lhe via a traseira e numa tentativa de também não ficar mal entre os colegas, lá foi dando desculpas de que "o carro não está bom...", ou "está com a frente muito solta..." e Alfredo lá ía passeando com o seu Ford P68 sem sentir a pressão do adversário.

Era visível no rosto dos pilotos quem estava descontraído e quem estava concentrado...
  

O que até aqui era uma brincadeira entre amigos, começou a notar-se um ambiente competitivo do tipo "estes tipos não vêm a nossa casa para nos deixarem ficar mal..."
Vai daí, é lançado o "ás de trunfo" numa estratégia de "se este não os acompanhar dizemos-lhes que estamos com sono e vamos todos dormir..." 

A concentração era tanta que nem os olhos abria....


Para gáudio dos convivas, os tempos por volta caíam enquanto se gatilhava ao telemóvel...

A situação aquecia e face ao desafio que foi lançado, o Director de Prova credenciado pela FIA, Dr. José Portela deu início ao briefing com todos os pilotos numa tentativa de acalmar os ânimos e de que as provas deveriam correr dentro do fair play habitual, não devendo ser tiradas bananas durante a prova, pistagens com verificação de patilhões e principalmente não meter a mão debaixo da ponte numa tentativa de contagem de voltas a mais do que as realmente dadas. O Director foi peremptório nos conselhos que deu a todos os pilotos e estes ouviram religiosamente as suas doutas indicações... 


Dr. José Portela durante o briefing captando as atenções dos participantes...

Iniciou-se a primeira prova com carros NSR, jogando nesta prova o Clube da Trofa o seu "ás de trunfo" que entrou com um ímpeto de campeão, mas que rapidamente viu as suas expectativas saírem furadas à medida que via os carros do Calha a passar pelo P68 branco e dourado, fosse nas calhas interiores ou exteriores. O resultado foi o esperado e qual o espanto dos presentes quando no final da primeira prova os pilotos Vitor Costa, Miguel Guerreiro e Alfredo Carvalho tiram o pódio da prova relegando para 4º lugar o "ponteiro" Ruben Almeida... As imagens documentam bem os factos e as reacções dos participantes...

Os resultados...


Magnífica ultrapassagem por dentro do carro do Calha


E uma outra por fora, um atêntico concerto de violino encetado pelo carro azul bacia...

As reacções dos pilotos...

Os colegas de equipa aceitando os factos e demonstrando uma atitude desportiva...

Inicou-se então a segunda prova e numa estratégia delineada pela Direcção do Calha e para não estragarmos o Natal a ninguém, levantamos o dedo e de forma discreta permitimos que houvesse uma vitória por parte dos anfitriões, não só pela amizade que temos por eles, mas também pela forma como nos receberam e aceitaram a vitória na primeira prova. De facto sabem andar rápido mas dentro daquilo que os adversários permitem. A ideia não era humilhar ninguém, mas sim proporcionar um convívio entre amigos. Registamos as imagens para memória futura e vejam o que aconteceu...


Miguel Guerreiro levanta o dedo disfarçadamente....


Alfredo Carvalho levanta o "pé" e diminui a curva de potência do comando


Vitor Costa com a mão esquerda a tapar o gatilho para não se notar o abrandamento...


Frasco Leite, que gatilha com o dedo médio já gatilhava com o indicador...


Ruben Almeida gatilhava com as duas mãos para conseguir alcançar a vitória...



E no final o resultado foi o esperado e por volta das 3.30h o Club Slot Car da Trofa conseguiu a tão esperada vitória e o convívio foi meritório de registo.

A tão esperada vitória...boa Ruben, estiveste bem...

A foto de família já a altas horas da madrugada...

E foi uma noite bem passada entre amigos ficando o desejo de voltar numa próxima oportunidade tendo ficado o convite para uma noite nas pistas do Calha com o pessoal da Trofa. Os nossos agradecimentos ao Dr. José Portela pela forma exemplar como dirigiu a prova (Clube da Trofa sabe organizar provas, como dizem os espanhóis) e terminamos com o desejo de um Santo Natal e um Ano de 2011 próspero e cheio de gatilhadas...


Charles Dickens podia ter escrito assim Contos de Natal......., podia.... mas não era a mesma coisa.....

terça-feira, 7 de dezembro de 2010


Dupla vitória da equipa Calha a Todos ...


Foi comprazer que vimos distinguida a nossa equipa com dois uns ( 1 1), ou seja com dois primeiros lugares nas 24horas Nsr da Trofa .

Mais uma vez conseguimos á semelhança das 24 Horas de Junho passado, triunfar na prova da Trofa , cidade que começa a ser um Talismã para o Calha a Todos.

Realmente só um clube com a grandeza do clube da Trofa , que aliás aproveito para felicitar pela excelente organização ( apesar da falta das Babes), é que poderia com tamanha subtileza atribuir dois primeiros lugares numa mesma competição.

Entendemos e aceitamos por uma questão de marketing e estratégia futura, que os nossos irmanos ficassem com os louros do primeiro um, pois queremos que continuem a participar nas nossas provas…Compreendam que não foi fácil para nós, ter que tirar o dedo do gatilho para os deixar passar … o que não fazemos por amor ao Slot ...

Passemos então á explicação do que realmente significam os dois uns atribuídos á nossa equipa.




O primeiro um é pela excelente pintura e trabalho apresentado no nosso carro, que aliás já está a ser negociado com várias empresas a sua produção mundial. Não está ser fácil conseguir acertar com os valores pois o nosso departamento técnico e de design a começar pelo mecânico e pintor Sr. Vitor Costa, são extremamente caros, apesar do esforço de várias multinacionais do sector não temos certeza ainda se poderemos aceitar as ofertas que estão em cima da mesa .

O segundo um ,é porque a equipa correu sem um dos seus elementos, pois não o conseguimos convencer a ter que reduzir as gatilhadas , para que os nossos irmanos pudessem passar sem serem perturbados.

Saliento que apesar na não participação deste elemento , neste momento entre todos os elementos do Calha a Todos , respira-se uma atmosfera de paz e harmonia de quem sente que cumpriu o seu dever em prol da evolução das provas de Slot em Portugal.

Mais uma vez parabéns a todos os participantes e organizadores, sabemos que nem todos podem ser distinguidos com um duplo um, mas não fiquem tristes que para a próxima ganham vocês e nunca esqueçam o mais importante é participar e cumbiber…

sábado, 4 de dezembro de 2010

Apresentação Oficial da Equipa Calha a Todos... para as 24 Horas da Trofa


Foi entre centenas de fotógrafos e jornalistas que decorreu a apresentação oficial da equipa Calha a Todos... no CCVF em Guimarães. Estiveram inúmeras figuras ligadas ao desporto automóvel e não só. Também pessoas de diversas áreas da cultura, política e artes marcaram a sua presença em tão grandioso evento. De uma beleza verdadeiramente estonteante, com linhas adelgaçadas e um perfil exageradamente baixo, com uma pintura de uma beleza cromática verdadeiramente fora do vulgar, associado a um contraste de cores ao nível do pneumáticos, com umas jantes em liga de magnésio fresadas por processos de CAD/CAM, com um conjunto de sponsor's subtilmente evidenciados nos painéis laterais e um aileron totalmente dourado, apresentou-se uma das máquinas mais belas de sempre do mundo automobilístico. Este Ford P68 surge numa fase de melhoria do ambiente no interior do campeonato Calha, onde através de um tribunal arbitral criado pela FIA para o efeito, todos os elementos foram "convidados" a perdoarem-se uns aos outros pela ambiente então vivido. De facto hoje, passado um período ligeiramente conturbado respira-se uma atmosfera de paz, harmonia, compreensão e pura felicidade...

A Box apresentada nas boxes do Calha fez furor entre os concorrentes e proporcionou das mais belas fotos obtidas nesta jornada. O cartaz oficial da prova foi alvo de elogios por parte de todos os participantes e almejou um F$%@#-se, está BONITO!!! por parte de Ruben Almeida, Director da Prova...


O EXTÂSE É TOTAL!!!! DIRIAMOS MESMO SQUIRTIANO!!!

O fraco jamais perdoa: o perdão é uma das características do forte.

 Mahatma Gandhi 

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Imprensa espia consegue obter os primeiros teaser's* do bólide para as 24 Horas da Trofa..

Uma equipa de jornalistas conotada com a imprensa mais sensasionalista conseguiu, não se sabe bem como, obter as primeiras imagens do bólide que irá correr na próxima prova de resistência a realizar na Trofa nos dias 4 e 5 de Dezembro. As fotos "espia" foram conseguidas, apesar de todo o secretismo que gira à volta do carro e denotam que será bombástica a aparição anunciada para os primeiros dias de Dezembro no Centro Cultural Vila Flor. A equipa de jornalistas surpreendeu os elementos da equipa ao entrar na sede da equipa do Calha e no stand museu onde estão presentes vários carros que já realizaram outras provas, conseguindo obter as tão almejadas imagens a pretexto de uma reportagem para o programa Top Gear...

Outra foto tirada no meio da visita.....


E como se não bastasse outra ainda....


Esta revelação de imagens veio trazer alguns problemas à equipa, a acrescentar aos já existentes pois na última prova para o campeonato Calha só se correu a prova Clássicos NSR, tendo sido suspensas as outras duas corridas por problemas entre as equipas... Os vários pilotos apresentaram um protesto na FIA por suspeição de incumprimento do regulamento pela equipa Vitor-Polivex. Após realização da primeira prova, que foi ganha pela referida equipa seguiram-se cenas tristes e nunca vistas no mundo do slot, tendo a equipa Albano-2W4 chegado a vias de facto com o independente Alfredo Carvalho. O campeonato encontra-se suspenso e só após reunião dos comissários da FIA e uma decisão que seja favorável a todos é que recomeçará o campeonato. A equipa Vitor-Polivex alegou total cumprimento do regulamento e já pediu um parecer técnico ao especialista Eng. Rui Mota o qual conta apresentar como testemunha nas primeiras alegações sobre o caso. Miguel Guerreiro tentou por água na fervura, mas como o ambiente já era muito ácido entre as equipas o efeito foi multiplicador ao juntar a referida substância ao ambiente "ácido".... Frasco Leite ameaçou retirar-se de todas as provas do campeonato e dedicar-se aos rally's....
A equipa Miguel Sousa - MIG marcou uma conferência de imprensa para o final do dia para tomar uma posição face aos recentes acontecimentos.
A imagens foram captadas por uma equipa de reportagem da ESPN que se encontrava no local no fim da prova Clássicos NSR.....

video

* O teaser (em inglês "aquele que provoca" (provocante), do verbo tease, "provocar") é uma técnica usada em marketing para chamar a atenção para uma campanha publicitária, aumentando o interesse de um determinado público alvo a respeito de sua mensagem, por intermédio do uso de informação enigmáticas no início da campanha ou divulgação.

domingo, 21 de novembro de 2010

Apresentação do bólide da equipa "Calha a Todos" para as 24 Horas da Trofa

Caros Amigos,

É com regozijo que informamos apresentação do n/bólide para as próximas 24 Horas Slot da Trofa, a realizarem-se a 4 e 5 de Dezembro, nos primeiros dias de Dezembro no "Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor" em Guimarães.
Para além de toda a equipa do "Calha a Todos", já confirmaram pesença Jen Todt, Luca Cordero di Montezemolo, Ron Dennis, a n/Amiga Maya, assim como, as badaladas Pamela Anderson e a popular Sylvia Saint.



Também não faltarão numerosas babes para gáudio dos n/estimáveis fans e também da própria equipa.










domingo, 14 de novembro de 2010

FIA lançou o Calha Slot Word Championship


Foi no último fim-de-semana que Jean Todt, novo presidente da FIA, anunciou em conferência de imprensa aquele que poderá ser o campeonato automobilistico que poderá trazer um novo alento ao desporto motorizado, o CSWC - Calha Slot Word Championship. As primeiras reacções da imprensa da especialidade foram muito positivas e avaliar pelo nível de pilotos e máquinas envolvidas, poderemos dizer que a Fórmula 1, o WRC, o IRC, Le Man Series, WTCC, DTM e outras siglas que poderiamos enumerar, só serão batidos neste próximo ano de 2011 pelo IRC, IRS, IVA e CSWC. Os três primeiros por razões óbvias e o último pelos meios envolvidos, lote de pilotos, nível dos circuítos, veículos em prova, valor dos patrocinadores e finalmente pela qualidade das babes que acompanharão o circo ao longo dos vários circuitos.

Momento de celebração do acordo para o início do CSWC
O CSWC percorrerá três circuitos em duas rondas e com três categorias de veículos. O Circuito Calha já recebeu a primeira prova no dia 8.11.2010 e o Circuito MIG21 no dia 12.11.2010. Segue-se a prova no circuito 2W4 que finalizará a primeira ronda pelos três circuitos classificados como "Excelent" pela FIA e com arcas frigoríficas que receberam 5 estrelas do Guia Michelin...
Circuitos que receberão o CSWC
As categorias do CSWC estão distribuídas da seguinte forma:

Clássicos NSR com os Ford GT40 e P68 e os Porsche 917K que servem as delícias dos mais saudosistas e simultâneamente de treino para a prova de 24h da Trofa, onde esperamos seriamente ganhar a prova (por razões de equilíbrio, os carros estão limitados a 500 cv) com pelo menos 500 voltas sobre a CricCrac Sport (só nos picamos com a Trofa quando só há equipas portuguesas...);

Grupo C Slot.it com carros muito rápidos, bem equilibrados e com motores de 21.000 rpm da mesma marca mas a debitarem mais de 700 cv ao eixo traseiro. Nesta categoria temos os Porsches, Jaguar, Mercedes Sauber, Mazda....

Porsche Slot Super Cup com o modelo 996/7 do fabricante Ninco, com motores Slot.it Boxer 2 de 21.500 rpm limitados a 450 cv. Esta prova é dedicada aos pilotos de barba rija (e não só a barba...) já que a competição é extremamente equilibrada e os carros atingem velocidades extonteantes, sendo os acidentes uma constante ao longo das provas.

As pontuações por prova são de 9, 6, 4, 3, 2 e 1 pontos para os 1º, 2º, 3º, 4º, 5º e 6º classificados respectivamente.

Foram disputadas as duas primeiras provas e as classificações foram as seguinte:

No final das duas primeiras provas, o Vitor lidera os três campeonatos seguido do Miguel Guerreiro e do Frasco Leite, que vão no seu encalce, sendo no entanto notória a vantagem mecânica ao nivel dos NSR. Nesta categoria do CSWC, Alfredo, Albano e Sousa encontram-se empatados com 4 pontos o que promete uma grande disputa no próxma prova no circuíto 2W4. Também Guerreiro e Frasco estão empatados neste início de campeonato no PSSC, o que promete também uma excelente prova na próxima jornada. Este iníco do campeontato teve um protagonista, a equipa Vitor Polivex alcançando 5 vitórias nas seis provas disputadas, mas veremos se consegue manter a consistência inicial ao longo do CSWC.

Alguns momentos...

Pódio NSR no circuíto MIG21

Grupo C no circuíto MIG21

Porsche Slot Super Cup no MIG21
Finalmente, uma constante durante todas as provas foi a presença da babes, quer no paddock, que junto dos pilotos, o que além da promoção dos principais patrocinadores animam quem tanto gosta de dar ao dedo...

Como dizia o poeta:

A traseira, é sempre algo que vem depois da dianteira, e que nos faz fazer asneira, quando queremos tudo à primeira....

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

24 Horas Slot do Porto: Justificação aos fans por não termos vencido.........

A Equipa com o Director de Equipa, de Marketing, de Imagem, de Mecânica, de Logística e de Sistemas e Informática
(Equipa de Directores)

A participação do Calha na última prova de resistência realizada na Maia pautou-se como sempre por uma estratégia altamente delineada, com todo o detalhe e elevado profissionalismo. Equipados pela Polivex e 2W4, podemos mesmo dizer que se houvesse prémio pela fatiota, cueca e o sapato, esse seria sem dúvida da nossa equipa. Carro preparado pela Direcção Mecânica da Equipa com todo o rigor: eixos ocos, patilhão, jantes especiais, kit de luzes aligeirado, relação definida pelo software RSI -  Racing System Information, Jumper SSSP (Só Sai Se Partir), sistema de telemetria que até a pressão dos pneus dava, enfim.... um sem número de detalhes que faziam do carro uma autêntica bomba..... Terminava, com a cereja em cima do bolo uma pintura idealizada pela Direcção de Imagem e implementada pela Direcção de Marketing, cujo o resultado foi este:

Preparação EPS - Extreme Power Slot 

Com este nível de preparação aliado ao elevado nível de condução dos pilotos da equipa, o resultado ao fim de 2 mangas só poderia ser este:

E depois este.....

E estes.....

  
E a prova continuou fazendo tempos dentro dos ritmos habituais para equipas super rápidas, como é o caso da equipa do Calha, ou sei lá, a equipa do CS Trofa.....
A estratégia falha quando a meio da prova, e dado que o desgaste dos pneus foi superior ao estimado pela organização, reunido o CSS - Comité de Sábios do Slot ficou decidido que por cada jogo de pneus além dos seis jogos iniciais, que num andamento normal durariam metade da corrida, a organização da prova resolveu penalizar com 150 voltas!!! (é verdade, 150 voltas representam meia manga, ou seja 25 minutos em andamento rápido) cada jogo de pneus além dos inicialmente previstos. Ora, eu sei que a borracha está cara, e até por razões ecológicas devemos utilizar os pneus até ao limite da sua utilização, mas seria preferível, e dentro da "praxis" da organização, cobrar um valor pelos pneus do que penalizar equipas cujos os seus carros a própria McLaren ou Ferrari invejariam pelo nível de preparação.... Ou seja mediante a mudança de condições de corrida, e com uma estratégia suportada num carro "foguete", chegamos à conclusão que deviamos ter montado um carro "estalinho de carnaval".... Passamos a partir desse momento para a "corrida dos 6 volts", e concluimos que o melhor carro para ganhar uma prova de lentos é sem dúvida este:

 Reynard de caixa - sem qualquer preparação

Em termos de pilotagem, o punho slot.it SP-100 permite configurar um andamento automático, pelo que o ERP da nossa equipa, o RSI - Racing System Information calculou que uma potência de 57% era suficiente para efectuar a uma velocidade constante voltas de 11 s e que desta forma faríamos apenas uma troca de pneus na 14ª manga com a qual perderíamos 25 voltas (tempo médio para mudança de pneus) e que chegariamos ao final com 7013 voltas (mais uma apenas do que a equipa vencedora) e teríamos ganho a prova, sem penalização aleatória das 25 voltas por falta de diâmetro na roda no final da corrida.
Falhamos na estratégia de corrida, mas não falhamos o principal objectivo que era a diversão e o "conbíbio" com todos os slotistas presentes e esperamos a edição do próximo ano (se houver...) das 24 Horas Slot do Porto 2011.

PS: A pedido de vários fans, fica uma imagem das cuecas do equipamento que durante a prova não foram visíveis:


PS2: A cueca atrás não diz "SLOT"...